Câmara realiza palestra educativa na Escola Leonardo Sadra

A Câmara  Municipal de Contagem, por meio da Escola do Legislativo, dá continuidade às ações da campanha contra o uso do cerol e da linha chilena, iniciada em junho com pronunciamentos dos vereadores em plenário e levada a toda a sociedade. Na manhã desta sexta-feira, 17 de agosto, foi realizado um conjunto de três palestras, formando um verdadeiro aulão, para os alunos do 5º ao 9º ano da Escola Municipal Estudante Leonardo Sadra, na Regional Sede.

O assessor especial da Escola do Legislativo, Alan Barbosa, apresentou aos estudantes a proposta da Câmara Municipal com a campanha e transmitiu a todos os cumprimentos do presidente da Casa, vereador Daniel Carvalho (PV). Ele agradeceu a adesão e a parceria da Escola Municipal, saudando a diretora Ângela Maria Susin Ballardin e a todos os professores.

O Guarda Civil Municipal Paiva foi o primeiro a falar aos jovens, que ouviram atentamente o breve histórico sobre pipas e papagaios, desde a sua criação, na China antiga, a utilização como arma de guerra e veículo de comunicação até a chegada ao Brasil, trazido por comunidades quilombolas, sua evolução, e encaminhando a discussão para as consequências do uso das linhas cortantes.

A Cabo Verciani, do Corpo de Bombeiros, focou sua palestra nos riscos de empinar pipas e papagaios, que vão desde a simples queda até a morte de motoqueiros em decorrência de cortes provocados pelas linhas cortantes. “Somente este ano, dois motoqueiros perderam a vida aqui em Contagem em acidentes com linhas de cerol e chilena”, alertou, recomendando que a prevenção continua sendo a melhor alternativa, evitando o uso de cerol e/ou linha chilena. Ela concluiu com um alerta aos jovens, de que todo cuidado é pouco porque a vítima pode ser cada um de nós ou algum familiar.

Cabo Carla, da Polícia Militar de Minas Gerais, tratou mais especificamente dos aspectos legais que envolvem a ação de soltar pipas utilizando cerol e linha chilena. Ela enfatizou que o uso das linhas cortantes é crime, e mesmo os menores de idade podem sofrer sanções, como a apreensão por cometimento de ato infracional, e seus representantes legais, seguindo a legislação municipal e estadual, podem ser multados.

A Escola do Legislativo da Câmara de Contagem vai promover ainda mais uma palestra, dia 23 de agosto, no Plenário Vereador José Custódio, a partir de 9h, oportunidade em que receberá alunos de outras escolas municipais da cidade.

* Por Fleury Rosa

  • Para ver a galeria de fotos deste evento, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *