Category Archives: Câmara

Ação Social da Ouvidoria Cidadã na Praça da Glória – Eldorado

A terceira ação social deste ano da Ouvidoria Cidadã da Câmara Municipal de Contagem está chegando na Regional Eldorado. No dia 24 de novembro, sábado, das 9h às 14h, vários serviços gratuitos e lazer estarão à disposição da população na Praça da Glória.

Confira toda a programação:

Contagem ganha novo equipamento de saúde

Comemorando novos avanços para a saúde de Contagem, na manhã desta segunda-feira (5 de novembro), o Centro Especializado em Reabilitação de Contagem Antônio de Oliveira – CER IV foi inaugurado.

A solenidade contou com a presença do Legislativo Municipal representado pelos vereadores, presidente da Câmara Daniel Carvalho, Arnaldo de Oliveira, Alex Chiodi, Bruno Barreiro, Capitão Fontes, Caxicó, DrWellington Ortopedista, Edgar Guedes, Glória da Aposentadoria, Rogério Marreco, Teteco e Zé Antônio. Além deles, o prefeito de Contagem, Alex de Freitas, seu vice, William Barreiro e o secretário municipal de Saúde, Cleber de Faria também estiveram presentes.

Considerado o mais completo de Minas Gerais, o CER IV possui equipamentos modernos para tratamento em reabilitação física, visual, auditiva e intelectual. A unidade também possui uma oficina ortopédica preparada para confeccionar próteses e órteses dos pacientes.

Localizado no bairro Europa, a expectativa é de que o CER IV atenda cerca de 700 pacientes por mês, contando com equipamentos modernos e profissionais altamente qualificados.

Em clima de emoção, o vereador Arnaldo de Oliveira (PTB) exaltou mais uma obra concluída para os contagenses. “Quero parabenizar todos os envolvidos nessa grande conquista para a população”. Na oportunidade, ele ainda ressaltou que o novo equipamento irá trazer qualidade no atendimento e na assistência para os usuários.

Homenagem

O CER IV foi batizado com o nome de Antônio de Oliveira como forma de homenagear o pai do vereador Arnaldo de Oliveira que atua fortemente na luta pela inclusão social e pelos direitos dos portadores de necessidades especiais.

*Por Natália Rosa

Escola do Legislativo prepara mais centenas de alunos para a redação do Enem

O auditório da Una Contagem foi palco, mais uma vez, do Aulão Solidário para o Enem 2018, promovido pelo projeto “Câmara Nota 10” da Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Contagem. Desta forma, a Escola fechou com chave de ouro o ciclo de palestras preparatórias para alunos da cidade que vão fazer a prova do Enem.

As aulas aconteceram na última quinta-feira (25/10) e foram voltadas para a redação, quesito de grande peso nas provas do Enem e que costuma tirar o sono dos jovens concorrentes. As professoras Flávia Rita Coutinho Sarmento e Joice Castro foram as responsáveis pelas aulas. O período da manhã foi das 9h às 11h e a tarde das 13h às 15h30.

Os quase 200 alunos da Escola Estadual Rui Pimenta e os demais inscritos pelo site da Escola do Legislativo tiveram, com as duas professoras, explicações detalhadas sobre estrutura de texto dissertativo-argumentativo, gênero exigido na redação do Enem. Além disso, elas sugeriram vários temas que podem cair este ano.

A aluna do terceiro ano Bruna de Souza Alves saiu satisfeita com a aula. Ela, que vem estudando ao longo do ano para o Enem, afirmou que as explicações da professora Flávia Rita serão muito importantes para seu sucesso na redação. “Realmente saio daqui com uma base muito boa, nunca tive uma aula de redação tão boa e prática”, disse.

O Enem 2018 vai ser realizado nos dias 4 e 11 de novembro, em todos os estados e no Distrito Federal. Mais de 5,5 milhões de estudantes são esperados para as provas.

Programa Habitacional Morar Contagem é aprovado na Câmara

A Câmara Municipal de Contagem acabou de aprovar, na reunião plenária da última terça-feira (23/10), o Programa Habitacional Morar Contagem, depois de semanas de discussões e ajustes no texto do projeto. O Projeto de Lei Complementar 016/2018, de autoria do Poder Executivo, foi apreciado positivamente por todos os vereadores presentes, com o acréscimo de cinco emendas.

O Morar Contagem é inspirado no programa federal Minha Casa, Minha Vida, e institui na cidade um conjunto de ações que visam a fomentar empreendimentos e construções imobiliárias em AIS2 (Áreas de Interesse Social 2) e, com isso, aumentar a oferta de moradias na cidade e reduzir o déficit habitacional.

Diferentemente do programa federal, no entanto, o Morar Contagem não gera gastos para o município, uma vez que o que possibilita a oferta de moradias a preços populares e abaixo do praticado no mercado imobiliário, principalmente para famílias de baixa renda, é a redução de valores e trâmites burocráticos para as construtoras que, neste caso, conseguem construir de forma mais rápida e menos onerosa.

“O projeto cria vários mecanismos e também facilita a aprovação de projetos e abre algumas permissividades para que aquelas empresas interessadas em construir apartamentos no município possam ter celeridade e maior interesse nas áreas da cidade”, explicou o vereador Alex Chiodi (SD), autor das emendas que foram aprovadas junto com o projeto.

Já como semelhança com o Minha Casa, Minha Vida, o Morar Contagem utiliza os critérios de enquadramento de renda familiar do programa federal – faixa 1, faixa 1,5, faixa 2 e faixa 3 – com o acréscimo da faixa 4. Os beneficiados deverão obrigatoriamente estar cadastrados no Cadastro Único do Morar Contagem, já disponível neste link.

Outro benefício concedido aos contemplados pelo Morar Contagem é a redução do Importo Sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), de forma gradativa para as faixas de renda familiar. Os beneficiários do programa enquadrados na faixa 1 (pessoas cuja renda familiar não ultrapasse 3 salários mínimos), por exemplo, têm isenção total do ITBI. A faixa 4 (pessoa cuja renda familiar ultrapassa 10 mil reais) tem desconto de apenas 5%.

Para os construtores interessados em aderir ao programa, o Morar Contagem institui um Processo de Avaliação Diferenciada – PAD para aprovação dos empreendimentos, tendo, assim, prioridade de avaliação e tramitação dentro da Prefeitura. No entanto, não estão excluídas as obrigações de medidas compensatórias e mitigatórias por parte desses empreendedores, como doação de área para o município e pagamento de taxa sobre cada unidade edificada.

Emendas

Durante a votação em primeiro turno do PLC 016/2018, ocorrida no dia 02 de outubro, o vereador Alex Chiodi apresentou sete emendas ao projeto. No segundo turno, elas foram transformadas em cinco emendas de liderança – assinadas por todos os vereadores e aprovadas nesta terça-feira, durante a 33ª Reunião Ordinária. Ao todo, elas mexem em oito artigos do projeto original.

Dentre as principais alterações que as emendas trazem ao projeto estão o aumento do tamanho mínimo de cada unidade habitacional, a taxa de ocupação da área total com a construção, a taxa mínima de permeabilidade do solo (drenagem) e a limitação de, no máximo, dois condomínios residenciais do Morar Contagem faixa 1 em um raio de 2 mil metros.

Uma das emendas acrescenta também a obrigatoriedade do empreendimento com mais de 160 unidades habitacionais ter em seu projeto arquitetônico salão de conveniência, banheiros, área de lazer, depósito de material de conservação e limpeza, depósito temporário de resíduos sólidos e piscina e/ou quadra coberta (exceto para os empreendimentos da faixa 1). “Não basta apenas disponibilizar moradia, é necessário pensar que as pessoas têm direito a lazer, convivência e qualidade de vida”, justifica Chiodi.

O Projeto de Lei Complementar, assim como as emendas propostas pelos vereadores, deverá passar agora pela avaliação do prefeito Alex de Freitas, para a sanção e publicação em Diário Oficial. A expectativa dos parlamentares é a de que o projeto seja aprovado sem veto a nenhuma das emendas.

Vereadores discutem ações de saúde em plenário

Dentro da campanha do “Outubro Rosa” promovida pela Câmara Municipal de Contagem, a Tribuna Livre da última Reunião Ordinária (16/10) contou com a participação do CIME – Convenção Internacional de Ministros e Evangélicos, que trouxe na Tribuna Livre um convite para as ações promovidas pela instituição no outubro Rosa.

As representantes do CIME – Bispa Gerusa Dantas e Raquel Torres – convidaram para a quinta edição da “Caminhada de Conscientização do Câncer de Mama”, que vai acontecer do Centro de Consultas Especializadas Iria Diniz até a Praça Paulo Pinheiro Chagas, no Eldorado, no dia 20 de outubro, às 9h.

Depois da caminhada, haverá uma concentração na Praça e uma palestra ministrada por uma mulher que superou a doença, além de aferição de pressão arterial e medição de glicemia.

Retomando a discussão das semanas anteriores, o vereador Arnaldo de Oliveira (PTB) aproveitou a oportunidade para comunicar que na próxima semana, juntamente com as vereadoras Silvinha Dudu (PCdoB) e Glória da Aposentadoria (PRB), se reunirá com o secretário de Saúde, Cléber de Faria Silva, para discutirem a realização de um mutirão de mamografias no município.

Alex Chiodi (SD) destacou o requerimento feito por ele e assinado também por Arnaldo solicitando à Secretaria de Saúde, em caráter de urgência, para a análise da Comissão de Saúde da Casa, os números do município com relação a exames de mamografia realizados e tratamentos autorizados por meio da Prefeitura, “para que possamos ver de que forma a Câmara pode contribuir com a oferta de ações em prol da saúde da mulher”, disse.

Silvinha mostra transformação da UPA Ressaca

Ainda na temática da Saúde, no Grande Expediente Silvinha Dudu exibiu fotos das obras de reforma da Unidade de Pronto Atendimento do Ressaca. Ela, que desde o ano passado tem feito requerimentos solicitando atenção especial da Secretaria de Saúde para a UPA, desta vez veio mostrar o andamento das melhorias que estão sendo feitas no local, que atende uma média de 260 pessoas por dia.

Dentre os avanços, a vereadora citou a separação do setor pediátrico, a construção de uma sala de coleta de exames e outra de espera, a sala de medicação rápida, os banheiros com acessibilidade, a reforma do telhado e da rede de esgoto. “Agradecemos ao prefeito Alex de Freitas e ao diretor da Upa, Moisés Abreu. Essa foi uma vitória para a região”, concluiu.

Atuação da Comissão de Saúde

Na época das denúncias, a Comissão de Saúde da Câmara chegou a fazer uma visita à Upa e constatou a situação. O presidente da Comissão, vereador Dr. Wellington Ortopedista, disse que além dos ganhos na estrutura física da UPA, outro grande avanço foi a colocação de mais um clínico.

Ele lembrou, ainda, que meses atrás a ameaça da retirada de um cirurgião e um pediatra da UPA Ressaca também foi alvo de manifestação por parte da Comissão, mas o Executivo atendeu ao apelo da Casa e manteve os profissionais.

Segundo Dr. Wellington, a luta agora é no sentido de aumentar o número de leitos no município. “Hoje, ainda há uma carência muito grande de internação. Uma cidade de 700 mil habitantes deveria ter, pelo menos, 700 leitos. Este ainda é um gargalo na saúde de Contagem”, apontou.

Por fim, o vereador anunciou a próxima ação da Comissão de Saúde da Câmara: a visita ao Centro Especializado em Reabilitação tipo IV (CER IV), localizado no bairro Europa, para averiguação da real situação do local, que está para ser inaugurado desde o começo do ano.

Escola do Legislativo da Câmara promove mais um Aulão Solidário para o Enem 2018

Na próxima quinta-feira (18/10) a Escola do Legislativo vai promover mais um Aulão Solidário para o Enem 2018. Desta vez, o encontro será no auditório da Una Contagem, na parte da manhã, das 9h às 12h15. As inscrições estão abertas desde setembro, quando foi realizado o primeiro aulão do ano, no plenário da Câmara Municipal de Contagem. A próxima data será 25 de outubro, também na Una Contagem.

Quem vai ministrar as aulas da próxima quinta-feira é a professora Flávia Rita Coutinho Sarmento, professora de Língua Portuguesa em importantes cursos preparatórios presenciais e à distância do Brasil, com um currículo extenso na área educacional. Ela é colaboradora de alguns jornais, como Folha Dirigida, Estado de Minas e O Tempo, atua na capacitação de professores da rede pública e provada de ensino e é redatora do Guia do Estudante, da Editora Abril, além de ter vasta experiência na publicação de materiais didáticos.

Ainda dá tempo de fazer sua inscrição, tanto para o dia 18/10, quanto para o dia 25/10, gratuitamente! Acesso o hotsite do projeto (clique aqui). O interessado deve doar 1 kg de alimento não perecível (menos sal e fubá), a ser entregue na entrada do evento. Em caso de interesse em mais de uma data, se faz necessária a entrega de 1 kg para cada inscrição realizada.

Mais informações pelo telefone 3359-8750.

Câmara se empenha no “Outubro Rosa”

O câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do câncer de pele não-melanoma, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer – Inca, em 2017 foram registrados mais de 57 mil novos casos da doença no país.

É pela expressividade dos números que surgiu, na década de 90, nos EUA, um movimento conhecido como “Outubro Rosa”, com o objetivo de estimular a participação da sociedade no combate ao câncer de mama e trabalhar a conscientização sobre a importância da detecção precoce da doença.

Atualmente, a data é celebrada anualmente em muitos países, que se mobilizam em iniciativas que alertam sobre a importância da prevenção, do diagnóstico precoce e da luta contra o câncer de mama e, mais recentemente, os outros canceres femininos, como de colo de útero e vaginal.

A Câmara de Contagem também entra nesta luta e inicia uma campanha do Outubro Rosa, por meio das suas redes sociais e canais de comunicação. O primeiro passo desse trabalho aconteceu nesta terça-feira (02/10), quando todos que compareceram à reunião plenária puderam ver o hall e o plenário da Casa enfeitados com balões rosas. Depois, o assunto foi discutido no Grande Expediente da 30ª Reunião Ordinária.

Quem introduziu o assunto foi o vereador Dr. Wellington Ortopedista (PTB) que, na condição de vereador e médico, falou sobre os fatores de risco, prevenção, autoexame e tratamento do câncer de mama. O vereador disse que, apesar do alto índice do câncer de mama entre as mulheres, ele tem uma peculiaridade: “se detectado na fase inicial, a chance de cura é acima de 95%”, explicou.

Em aparte, a vereadora Silvinha Dudu (PCdoB) chamou atenção para a necessidade de o poder público ampliar a oferta dos exames que fazem parte do protocolo de prevenção do câncer de mama, como a mamografia. Segundo a vereadora, as pessoas que precisam realizar este exame pela rede municipal de saúde têm esperado muito tempo. Da mesma forma, a vereadora Glória da Aposentadoria (PRB) reforçou o pedido de Silvinha, sugerindo a possibilidade de um mutirão de mamografia todos os anos, em outubro.

“Nunca é demais lembrar que o Outubro Rosa é uma campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade como um todo sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e, mais recentemente, sobre o câncer de colo de útero”, finalizou o presidente Daniel Carvalho (PV), que falou do engajamento da Câmara no assunto.

Encerrando sua participação no Grande Expediente, Dr. Wellington defendeu o reaproveitamento dos servidores municipais da Saúde que trabalham em regime de RPA (Recibo de Pagamento Autônomo) pela Organização Social (OS) que venha a vencer o processo licitatório em curso no município.

Entenda

A Prefeitura de Contagem abriu, em março deste ano, um Chamamento Público que tem como objetivo a contratação de uma Organização Social (OS)* que deverá gerir, operacionalizar e executar atividades, ações e serviços de saúde nas Unidades de Pronto Atendimento Vargem das Flores, Sede, Ressaca, Petrolândia, Jk e do complexo hospitalar – Hospital Municipal e Centro Materno Infantil Juventina Paula de Jesus – a maternidade municipal.

Conforme explicou Dr. Wellington, a OS vencedora terá a prerrogativa de contratar, por regime de CLT ou contrato, os funcionários que trabalharão nessas unidades citadas, por meio de processo seletivo.

No entanto, há servidores nestes locais que há anos prestam serviços nesses locais sob o regime de RPA (Recibo de Pagamento Autônomo), ou seja, vínculo entre um prestador de serviço (profissional autônomo) e um tomador de serviço (empresa/contratante), no qual o contratante não precisa se comprometer com encargos e burocracias relacionadas à CLT, podendo finalizar vínculo com o trabalhador a qualquer momento.

Desta forma, o vereador entende que não seria justo que esses servidores, que agora teriam a chance de ter benefícios como férias e 13º salário, previstos na CLT, fossem dispensados. “Eu vou lutar para que essas pessoas tenham essa oportunidade e sejam aproveitadas pela OS”, encerrou.

*OS: No direito do Brasil, organização social ou OS é um tipo de associação privada, com personalidade jurídica, sem fins lucrativos, que recebe subsídio do Estado para prestar serviços de relevante interesse público, como, por exemplo, a saúde pública.

Ouvidoria Cidadã da Câmara promove manhã de ação social do Nacional

Depois de quase dois meses de preparação e divulgação intensas, a Ouvidoria Cidadã da Câmara Municipal de Contagem realizou a segunda Ação Social do ano, desta vez no Parque das Amendoeiras, Regional Nacional.

Durante a manhã do último sábado (25/08), centenas de moradores da região puderam usufruir de mais de 20 serviços gratuitos, além de apresentações musicais e culturais e espaço de lazer para crianças. A Secretaria Municipal de Saúde também marcou presença, com a vacinação contra Poliomielite e Sarampo para crianças de 1 a 5 anos.

Outro parceiro presente foi o Container com Letras, uma biblioteca itinerante de compartilhamento, que percorre várias cidades fazendo doação de livros e também recebendo livros usados. O container permanecerá no Parque das Amendoeiras até meados de setembro, quando seguirá para outro espaço público.

Além disso, a van da Ouvidoria Cidadã ficou estacionada dentro do Parque, recebendo todo o tipo de reclamação, sugestão, elogio e dúvida dos cidadãos sobre os serviços públicos e o trabalho dos vereadores.

Segundo a Ouvidora da Câmara, Gabriela Diniz, a maior parte das demandas dos cidadãos foi relativa à própria manutenção e segurança do Parque da Amendoeiras. Além disso, houve reclamações sobre IPTU e foram dadas algumas orientações em relação a serviços da Prefeitura.

Participação do Legislativo

Durante a Ação Social, estiveram presentes o presidente da Câmara, vereador Daniel Carvalho (PV), as duas vereadoras que representam a região do Nacional na Câmara Municipal, Glória da Aposentadoria (PRB) e Silvinha Dudu (PCdoB), além do administrador da Regional Nacional, Eduardo Rodrigues, e o representante da Secretaria de Governo, o ex-vereador Eduardo Sendon.

Em sua fala, Daniel saudou a todos os presentes, agradeceu os parceiros e ressaltou a importância do trabalho da Ouvidoria da Câmara. “Este é nosso esforço de romper os muros da Câmara e estar realmente mais próximos da população. A Câmara já fez esta ação em algumas regiões da cidade e ainda vamos percorrer a cidade inteira”, anunciou.

Glória da Aposentadoria ressaltou que a ação itinerante da Ouvidoria é de extrema importância para as pessoas que não têm tempo e condições de irem pessoalmente à Câmara ou que não têm fácil acesso a serviços como os que foram oferecidos durante o evento.

Já Silvinha aproveitou a oportunidade para cobrar ações do Executivo. Primeiro, solicitou o retorno da Guarda Civil para as dependências do Parque das Amendoeiras. “Este é um local frequentado por famílias e a segurança da Guarda Civil é imprescindível”, alertou. Por fim, anunciou a circulação de um abaixo-assinado que tem como objetivo a solicitação de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no Nacional. Atualmente, segundo Silvinha, as pessoas da região que precisam de atendimento de urgência têm que se deslocar para o Ressaca.

População aprovou a iniciativa

As amigas Maria das Graças Magalhães e Áurea Loiola Dias chegaram cedo ao evento. Depois de serem atendidas pela parceira Embelezze, que na ocasião fazia design de sobrancelha e maquiagem, andaram pelo Parque e foram pedir orientações na van da Ouvidoria.

O servidor da Ouvidoria, Diogo Barbosa, orientou Áurea sobre diversas questões, dentre elas a cobrança do IPTU residencial. Já Maria das Graças foi uma das pessoas que pediram a permanência da Guarda Civil no Parque das Amendoeiras. “A saída da Guarda daqui trouxe transtorno e insegurança”, lamentou.

Satisfeita com o atendimento, Maria das Graças elogiou a iniciativa da Câmara. “A gente só tem que agradecer. Eventos como esse só trazem benefícios para a comunidade. Tem que ter sempre”.

A próxima ação social da Ouvidoria Cidadã vai acontecer em novembro, em dia e local ainda a ser confirmado. Segundo Gabriela Diniz, além das ações sociais a Ouvidoria da Câmara continua na feira do Eldorado todo primeiro sábado de cada mês, e ainda há previsão de duas visitas da van da Ouvidoria em regionais da cidade até o fim do ano.

Canais de comunicação da Ouvidoria

Sendo mais uma ferramenta que amplia a transparência do Legislativo, ao lado do Portal da Transparência e dos meios de comunicação oficiais da Câmara, como o site, o Instagram e a página oficial no Facebook, são disponibilizados quatro canais de acesso à Ouvidoria:

  • Disque Ouvidoria: (31) 3359-8702
  • Carta Postal: Endereçar à Câmara Municipal de Contagem/Ouvidoria – Praça São Gonçalo, nº 18, Centro – Contagem/MG, Cep: 32017-170
  • Email: ouvidoria@cmc.mg.gov.br
  • Pessoalmente, na Câmara Municipal de Contagem

 

Para ver a galeria de fotos deste evento, clique aqui.

 

Legislativo participa da inauguração da nova sede do fórum de Contagem

Situado na Avenida Maria da Glória Rocha, 425, no Bairro Beatriz, na Região da Sede, o prédio de oito pavimentos que unifica os serviços do Judiciário na comarca foi entregue à população contagense na manhã desta quarta-feira (06/06).

Ao lado da magistratura mineira e contagense, o Legislativo Municipal esteve representado pelos vereadores Daniel Carvalho (PV), presidente da Câmara, Rogério Marreco (PCdoB) e Arnaldo de Oliveira (PTB). Além disso, estiveram presentes o vice-prefeito William Barreiro, secretários e outras autoridades municipais, todos destacando o novo fórum como instrumento de modernidade e agilidade para a aplicação da justiça, em favor do povo contagense.

O novo fórum Doutor Pedro Aleixo, na Comarca de Contagem, ganha novas dependências, mais modernas e equipadas. São quase 22 mil m² de área construída, em lote de 40 mil m² doado ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), em 2013.

Com capacidade para abrigar até 49 varas judiciais, Juizado Especial, Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) e dois salões do júri, o edifício teve custo aproximado de mais de R$ 45,5 milhões. Os recursos são exclusivamente do Poder Judiciário.

O fórum integra o Plano de Aceleração de Obras do TJMG, que delineou reformas, ampliações e inaugurações em todo o estado, para melhorar as dependências das unidades do Poder Judiciário por meio do emprego de arquitetura padrão e da priorização de projetos para terrenos já disponíveis, com planejamento escalonado até 2024.

Luta pela permanência da 133ª Cia PMMG na Sede do município continua

A Comissão Externa de Segurança Pública da Câmara Municipal de Contagem, representada pelos vereadores Jair Tropical-PCdoB (relator) e Alex Chiodi-SD (presidente suplente), além dos parlamentares Capitão Fontes-MDB e Daniel do Irineu- PP, fez uma visita ao Comandante e ao Subcomandante do 18º Batalhão da Polícia Militar, Coronel Ryan e Major Lini, e ao Major Machado, da 133º Cia de Polícia Militar, juntamente com lideranças comunitárias. O objetivo foi buscar informações a respeito do possível encerramento das atividades da Companhia 133, localizada no centro da cidade.

A visita de trabalho foi definida durante a Reunião Plenária da última terça-feira (24/04), quando a transferência da 133ª Cia PM para a sede do 18º Batalhão foi motivo de uma ampla discussão por parte dos vereadores. A Cia é responsável pelo hoje policiamento de toda a região da Sede e Petrolândia, abrangendo mais de 60 bairros.

Segundo o vereador Alex Chiodi, “de acordo com o comandante Ryan, a parte administrativa da Cia já está operando no prédio do 18º BPM, com resultados apurados no sentido de melhorar o policiamento ostensivo, com a liberação de efetivo para a rua com duas motos que têm feito a patrulha no período das 8h às 18h”.

Ainda segundo a corporação, confirmou o vereador Capitão Fontes, também presente ao encontro, o comandante do 18º BPM entende que, com a mudança definitiva da 133ª para a sede do batalhão, será possível colocar cerca de 12 militares, que atualmente estão em trabalho administrativo, nas ruas, e além disso reduzir custos com o aluguel do imóvel. A redução de custos foi colocada pelo Capitão Fontes, durante a reunião plenária, como a principal causa da mudança.

Alex Chiodi, respaldado pelos demais parlamentares, destacou mais uma vez que “não é aceitável ter que fazer uma escolha entre aumentar o efetivo às custas do fechamento de uma unidade. O correto é fazer novos concursos e chamar mais policiais para suprir a demanda, o fechamento de uma Cia de polícia transmite a sensação de diminuição da segurança na região”, defendeu.

A comitiva deixou o 18º BPM com o compromisso firmado pelo comandante, coronel Ryan, de levar a demanda apresentada pelos vereadores ao comando da 2ª Região de Polícia Militar e manter a 133ª Cia PM funcionando até uma posição definitiva do comando geral da PMMG.

 

« Mais antigas