Category Archives: Cultura na Câmara

Cultura na Câmara recebe obras de artista plástica contagense

Nesta terça-feira (07/08), a Câmara Municipal de Contagem realizou mais uma edição do projeto “Cultura na Câmara”, trazendo ao Legislativo a exposição de quadros da artista plástica Rosa Falcão.

Natural de Contagem, autodidata e com 20 anos de experiência na área, Rosa já expôs seus trabalhos em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Brasília, e venceu o Prêmio “Melhores do Ano” 2009, promovido pelo Jornal Folha de O Estado, de Contagem.

A artista plástica disponibilizou oito quadros feitos com a técnica de óleo em tela para o hall da Casa. “A exposição não tem um tema definido, são peças que demonstram a minha satisfação e alegria de trabalhar com o que eu gosto”, contou Rosa. “É tudo de bom a Câmara abrir esse espaço para artistas de qualquer categoria, porque aqui é o lugar de expressar opiniões e a arte é isso: expressão”, completou.

Atualmente, Rosa faz restauração de peças sacras e dá aulas de pintura a óleo em seu ateliê, localizado na Avenida Eugênio Nápoli, 1720, no bairro Bernardo Monteiro. Nos próximos meses, Rosa deve trazer, para exposição, quadros dos próprios alunos. “Eles já estão empolgados com essa possibilidade”, concluiu a artista plástica.

Antes do início da 22ª Reunião Ordinária, o presidente da Câmara, vereador Daniel Carvalho (PV), e o primeiro secretário, vereador Capitão Fontes (MDB), entregaram à artista um certificado de participação no projeto Cultura na Câmara e fizeram um agradecimento.

“Em nome dessa Casa Legislativa e de todo povo contagense, parabenizo você por esse belíssimo trabalho, que exige muita criatividade, sensibilidade e autenticidade”, finalizou Fontes.

A exposição dos quadros de Rosa Falcão fica no hall da Câmara para visitação gratuita até o dia 28 de agosto.

Participe

Se você é artista de Contagem e quer mostrar seu talento, a Câmara Municipal de Contagem está de portas abertas. Para participar do projeto “Cultura na Câmara”, é necessário fazer uma inscrição. Entre em contato pelo telefone (31) 3359-8748.

 

*Por Xavana Horta

Saxofonista é atração do Cultura na Câmara

O projeto Cultura na Câmara do mês de julho contou com a participação do saxofonista Tiago Barbosa. A apresentação do músico aconteceu antes da última reunião ordinária deste semestre, realizada nesta terça-feira (03/07) na Câmara Municipal de Contagem.

Graduando em Música pela UFMG, Tiago atua como Sax Performance, já participou de vários grupos musicais e se apresenta com um repertório popular, levando o som do saxofone a eventos, restaurantes, escolas e pubs. “Escolho tocar músicas populares para interagir mais com o público, porque costumam pensar que o saxofone é um instrumento usado apenas em orquestras e concertos”, explicou. “Então, nas minhas apresentações, quero que as pessoas conheçam mais o instrumento”, acrescentou.

O músico também falou sobre a importância de valorizar a cultura em Contagem. “Projetos como o da Câmara, que abrem um espaço para as manifestações artísticas, deveriam ser aderidos também por outros setores, pois a cultura é a identidade do povo e sem ela é como se fôssemos sem alma”, finalizou.

Ao final da apresentação, Tiago Barbosa recebeu do presidente da Câmara, vereador Daniel Carvalho (PV), um agradecimento e um certificado de participação. “Agradecemos ao saxofonista Tiago Barbosa por participar do projeto Cultura na Câmara, mostrando sua arte e demonstrando a importância dos artistas da cidade. Esta Casa estará sempre de portas abertas para recebê-los”, concluiu o 1º secretário da Câmara, Capitão Fontes (MDB).

Valorizando a cultura em Contagem

Se você é artista de Contagem e quer mostrar seu talento, a Câmara Municipal de Contagem está de portas abertas para você. O projeto Cultura na Câmara é mais um instrumento do Legislativo que visa à aproximação com a população, trazendo para o plenário da Câmara os artistas de Contagem.

A ideia é receber diversas manifestações culturais, como música, poesia, teatro, dança, artes plásticas, entre outros. As apresentações acontecem mensalmente, na primeira terça-feira do mês. Quem tiver interesse em participar do Cultura na Câmara pode entrar em contato pelo telefone 3359-8748.

* Por Xavana Horta

Cultura na Câmara mostra a síndrome de Down pelo olhar de Cecília Schirmer

Em mais uma exposição de fotos carregada de arte e emoção, o Cultura na Câmara trouxe ao Legislativo, no mês de junho, o projeto “47 Cromossomos e 1000 Possibilidades”, de autoria da fotógrafa Cecília Schirmer.

São 16 fotografias que retratam pessoas com síndrome de Down desempenhando as mais diversas atividades, como esportes, artes e ofícios comuns, com o objetivo de mostrar que eles podem e devem levar uma vida comum.

Cecília e Rafaela receberam do presidente Daniel Carvalho e do 1º secretário, Capitão Fontes, o certificado de participação no Cultura na Câmara

Cecília, idealizadora da exposição que percorre a cidade desde 2016, é mãe de dois filhos. A caçula, Rafaela, tem síndrome de Down e foi sua inspiração e motivação para mostrar, por meio da fotografia, o valor das pessoas que têm a síndrome. Hoje, “mais mãe do que fotógrafa”, como destaca, ela dedica a exposição à Rafaela e a todas as crianças, jovens e adultos que têm síndrome de Down.

“Tudo começou com o fato de eu ter buscado um curso para minha filha fazer e não ter encontrado. Muitas portas já foram fechadas para nós. Muitas delas eu arrombei e as deixei abertas para aquelas mães que ainda estão começando sua caminhada”.

Para a fotógrafa, há muito o que ser mostrado e discutido, quando o assunto é inclusão e preconceito contra as pessoas com a síndrome Down. Estas pautas, segundo ela, precisam ser discutidas amplamente, a fim de que elas possam ter mais apoio na superação das barreiras e limites impostos a elas pela sua situação. “É um assunto que deve ser tratado com seriedade, respeito e responsabilidade”, conclui Cecília.

A Exposição “47 Cromossomos e 1000 Possibilidades” fica no hall da Câmara para visitação gratuita até o fim de junho.

A síndrome de Down

A síndrome de Down é causada pela presença de três cromossomos 21 em todas ou na maior parte das células de um indivíduo. Isso ocorre na hora da concepção de uma criança. As pessoas com síndrome de Down, ou trissomia do cromossomo 21, têm 47 cromossomos em suas células em vez de 46, como a maior parte da população.

A síndrome é a ocorrência genética mais comum que existe, acontecendo em cerca de um a cada 700 nascimentos, independentemente de raça, país, religião ou condição econômica da família.

Valorizando a cultura em Contagem

Se você é artista de Contagem e quer mostrar seu talento, a Câmara Municipal de Contagem está de portas abertas para você. O projeto Cultura na Câmara, iniciado no começo do ano passado, é mais um instrumento do Legislativo que visa à aproximação com a população, trazendo para o plenário da Câmara os artistas de Contagem.

A ideia é receber diversas manifestações culturais, como música, poesia, teatro, dança, artes plásticas, entre outros. As apresentações acontecem mensalmente, na primeira terça-feira do mês. Quem tiver interesse em participar do “Cultura Na Câmara” pode entrar em contato pelo telefone 3359-8748.

Legislativo de Contagem promove ações para conscientização sobre o autismo

Com o objetivo de lembrar o Dia Mundial da Conscientização do Autismo, celebrado em 02 de abril, os vereadores de Contagem debateram, nesta terça-feira (03), esse distúrbio de desenvolvimento, e a sede do Legislativo recebeu uma exposição fotográfica de crianças autistas em espaços públicos de Contagem.

Contando com 26 quadros no hall da Câmara até o final da semana, a exposição “Autismo – somos parte do mundo, não um mundo à parte” foi organizada pelo Grupo de Apoio ao Autista, Pais e Familiares de Contagem (Amais). Ela integra a edição de abril do projeto “Cultura na Câmara”, que traz ao Legislativo, toda primeira terça-feira do mês, trabalhos dos talentos da cidade. Pela participação, Josy Silva recebeu um certificado em nome do Grupo Amais.

O transtorno do espectro autista é um distúrbio de desenvolvimento que leva a sérios comprometimentos de comunicação social e comportamentos restritivos e repetitivos que, tipicamente, se iniciam nos primeiros anos de vida. A Organização Mundial da Saúde estima que a proporção seja de um caso a cada 160 nascimentos. O tratamento deve ser precoce, intenso e multidisciplinar, envolvendo psicólogos, fonoaudiólogos, terapia ocupacional, fisioterapeuta, psicopedagogo, entre outros profissionais.

Necessidades de políticas públicas

Seguindo o tema, o vereador João Bosco New Texas (PMN) pediu a palavra para levantar a necessidade de dar mais visibilidade à condição e às necessidades de pacientes e familiares, para que haja entendimento e construção de políticas voltadas para esse público no município.

“Apresentei um requerimento para que o poder público amplie as políticas voltadas às pessoas com autismo. De acordo com a OMS, existem em torno de 70 milhões de pessoas com autismo no mundo; dois milhões apenas no Brasil. E, em nosso município, também há muitas famílias passando por dificuldades”, disse o parlamentar, lembrando das vitórias na luta abraçada, há anos, pelo ex-vereador Beto Diniz, mas também da necessidade de ampliar esse apoio.

O presidente da Câmara, vereador Daniel Carvalho (PV), pediu licença para ler o relato da mãe de uma criança autista sobre a visão de mundo de uma pessoa que tem a condição. “Uma sociedade inclusiva faz do mundo um lugar bem mais legal. Essa sonhada sociedade não se constrói da noite para o dia, mas começa a surgir quando você escolhe ter empatia. Busquemos a informação para que a batalha diária do autista siga com mais alegria”, declarou.

“Precisamos de força para fazer com que os tratamentos corretos e os avanços científicos cheguem a todos os necessitados, para que o amor vença a má vontade dos serviços diversos prestados, para que os colégios públicos e particulares e os hospitais sejam melhor preparados, para que mamães e papais tenham um caminho menos complicados”, acrescentou Daniel.

O vereador Dr. Wellington Ortopedista (PDT) lembrou que, em Contagem, as pessoas com autismo ainda são atendidas nos Cais (Centros de Atendimento e Inclusão Social). Mas fez o compromisso de que a Comissão de Saúde da Câmara, a qual preside, fiscalizará as obras do Centro Especializado em Reabilitação tipo IV (CER IV), que está sendo estruturado no bairro Europa, Regional Sede, para atender de forma humanizada esses e outros casos.

Por fim, o vereador Caxicó (PPS) ocupou a tribuna para caracterizar o transtorno, expressar a importância da conscientização e para enaltecer a luta das famílias e a participação da Câmara na melhoria da qualidade de vida das pessoas com o transtorno. Ele lembrou que o Legislativo de Contagem já aprovou leis que beneficiaram esse público e ressaltou que apresentou recentemente um projeto para atendimento prioritário ao autista. “Informação é o melhor caminho sempre. E espero que todos abracem essa causa”, concluiu.

Exposição “Contagem: Memórias Gravadas em Metal” traz arte e história à Câmara em setembro

Em referência ao aniversário de emancipação político-administrativa da cidade de Contagem, celebrado na última semana, o Cultura na Câmara traz ao Legislativo Municipal, em setembro, a exposição do projeto “Contagem: Memórias Gravadas em Metal”. Até o dia 15 deste mês, aqueles que frequentam a Câmara podem conferir, em seu hall de entrada, 12 quadros que retratam paisagens e figuras históricas do município.

Instalado na última terça-feira (05) na Câmara, o projeto foi desenvolvido no ano de 2016 pela artista visual Mariane Olímpio, como uma homenagem a Contagem, com um caráter documental, visando um resgate histórico de sua memória. Impresso através da gravura em metal, material que nos remete à orientação econômica industrial de Contagem, o trabalho resgata a história visual da cidade, seus personagens, seus lugares e sua cultura.

“As obras apresentam uma linha tênue entre o efêmero, o passado, a memória e a força da gravura, como um carimbo que tem a capacidade de reproduzir inúmeras vezes a imagem de uma lembrança, perpetuando assim sua história”, diz o texto de apresentação da exposição.

O 1º secretário da Câmara, vereador Capitão Fontes (PMDB), leu em plenário um texto descritivo da exposição e, em nome dos parlamentares, exaltou e agradeceu a artista. “Agradecemos a Mariane Olímpio, por trazer seu belíssimo trabalho ‘Memórias Gravadas em Metal’, para enriquecer ainda mais o nosso Projeto Cultura na Câmara, mostrando um pouco de sua arte, revelando o quão importante são os nossos artistas e os nossos novos valores. Esta Casa é e continuará sempre sendo de vocês”.

O Projeto Cultura na Câmara é mais um instrumento do Legislativo que visa à aproximação com a população, trazendo para o plenário da Câmara os artistas de Contagem. A ideia é receber diversas manifestações culturais, como música, poesia, teatro, dança, artes plásticas, entre outros. As apresentações acontecem mensalmente, na primeira terça-feira do mês. Quem tiver interesse em participar do “Cultura Na Câmara” pode entrar em contato pelo telefone 3359-8747.

Pianista é atração da edição de agosto do Cultura na Câmara

O mês de agosto começou de maneira especial na Câmara Municipal de Contagem. No primeiro dia do mês, logo cedo, antes da reunião ordinária, o som do projeto Cultura na Câmara invadiu o plenário Vereador José Custódio, mostrando mais um talento contagense. Integrante do Grupo Eternize, o músico Felipe Siqueira encantou os presentes com sua apresentação no teclado.

Com mais de 13 anos de história, o Grupo Eternize se orgulha de contar com uma equipe de excelentes músicos para engrandecer cerimônias e recepções. Possui repertórios variados, com a possibilidade de personalizar sua atuação com as formações e instrumentos de preferência do público, como teclado, violino, trompete, violão, entre outros.

Produtor musical, pianista e tecladista, Felipe Siqueira aceitou o convite da Casa e enriqueceu ainda mais o Cultura na Câmara, mostrando um pouco de sua arte, revelando o quão importante são os nossos artistas e os nossos novos valores. “Essa oportunidade representa muito para nós do Grupo Eternize, por ser um grupo fundado em Contagem e com todos os integrantes sendo da cidade. É uma alegria fazer parte deste momento”, destacou o músico.

O Projeto Cultura na Câmara é mais um instrumento do Legislativo que visa à aproximação com a população, trazendo para o plenário da Câmara os artistas de Contagem. A ideia é receber diversas manifestações culturais, como música, poesia, teatro, dança, artes plásticas, entre outros. As apresentações acontecem mensalmente, na primeira terça-feira do mês. Quem tiver interesse em participar do “Cultura Na Câmara” pode entrar em contato pelo telefone 3359-8747.