Category Archives: Vereadores

Direito à assistência religiosa na rede de saúde de Contagem é aprovado pela Câmara Municipal

Muitas pessoas que enfrentam situações complicadas de enfermidades buscam na fé, independente da sua religião, o apoio e a sustentação para passar por esse momento. São inúmeros os relatos de pessoas que se restabeleceram de acidentes ou doenças, às vezes condenatórios, e garantem que, além de todo o aparato médico e científico, acreditar em uma força “divina” ou “superior” foi determinante para vencer o problema.

Pensando nisso, os vereadores Pastor Itamar (PRB) e Alex Chiodi (SD) propuseram um projeto de lei, o substitutivo* ao PL 032/2018, que dispõe sobre a assistência religiosa nas instituições de saúde da rede pública e privada do município. O PL foi aprovado em segundo turno e redação final por unanimidade entre os parlamentares presentes na 20ª reunião ordinária, realizada na manhã desta terça-feira (25/06).

O projeto, dentre outras coisas, assegura a religiosos de quaisquer crenças o acesso a clínicas, ambulatórios, pronto atendimento, lares de idosos, casas de recuperação e semelhantes, desde que a assistência tenha sido solicitada pelo próprio paciente ou por familiares, caso o enfermo não tenha mais suas faculdades mentais preservadas.

Ao religioso cabe, segundo Pastor Itamar, seguir as regras de identificação, procedimento, higiene e segurança do local da visita. “Obviamente, a permissão levará em consideração também o melhor horário para a assistência religiosa. Mesmo podendo acontecer fora do horário de visitas, deve respeitar aqueles momentos em que o paciente está se submetendo a procedimentos, medicação e banho, por exemplo”, explicou. Além disso, é expressamente vetada a interferência nos procedimentos médicos aplicados ao paciente.

Por outro lado, as instituições de saúde devem facilitar a assistência religiosa, levando em conta a flexibilização, quando possível, do horário de entrada do religioso, e fornecendo a ele a paramentação para acesso ao local da assistência, como máscara, aventais, luvas e semelhantes, caso seja necessário. As instituições devem também manter todos os seus setores cientes sobre a referida lei.

O projeto segue agora para a sanção do prefeito Alex de Freitas e passa a valer a partir da sua publicação no Diário Oficial do Município. Caso o prefeito vete parcial ou integralmente o projeto, ainda cabe nova apreciação da Câmara, que pode derrubar ou acatar o veto vindo do Executivo.

* O PL 032 é um substitutivo pois foram feitas algumas alterações ao projeto inicial, com o intuito de condensar em um só dois projetos de lei de teor semelhante:  um proposto pelo vereador Pastor Itamar (PRB) e outro pelo vereador Alex Chiodi (SD). Por este motivo, os dois parlamentares assinam esse projeto de lei.

 

Câmara abre a tribuna livre para a conscientização sobre Anemia Falciforme

O Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Falciforme – declarado pela ONU em 2008 e celebrado no dia 19 de junho – foi lembrado na Câmara Municipal de Contagem. Na última reunião plenária (18/06), a tribuna livre foi ocupada pela Presidente da Associação de Pessoas com Doença Falciforme e Talassemia do Estado de Minas Gerais (Dreminas), Maria Zenó Soares da Silva, que falou sobre a saúde das pessoas negras e sobre a anemia falciforme.

A Anemia Falciforme é uma doença genética e hereditária, originária da África e que, por isso, acomete predominantemente pessoas negras – 95% dos pacientes –, apesar de poder também se manifestar entre os brancos.

Com cem mil casos no Brasil, 7.800 em Minas e 252 em Contagem, ela se caracteriza por uma alteração nos glóbulos vermelhos, que perdem a forma arredondada e elástica, adquirem o aspecto de uma foice (daí o nome falciforme) e endurecem, o que dificulta a passagem do sangue pelos vasos de pequeno calibre e a oxigenação dos tecidos.

Segundo Zenó, a histórica “desvantagem” da população negra em relação à branca, com menos garantia de direitos sociais básicos e oportunidades, leva a um quadro preocupante: 98% das pessoas com a doença falciforme são de baixa renda e beneficiários do Bolsa Família e 93% não concluíram o Ensino Fundamental. “Ou seja, são pessoas vulneráveis, com menos acesso a informações e tratamentos”, explicou, reforçando que a gravidade da doença é proporcional à gravidade das condições sociais em que a grande maioria dos portadores da doença falciforme vive.

Por isso, Zenó alertou para a necessidade de políticas públicas que garantam o atendimento correto, digno e rápido aos pacientes falciformes. E na ocasião, aproveitou a oportunidade para pedir ao Legislativo apoio na efetiva implementação, na rede pública de Saúde do município, do fluxo de atendimento de pacientes com doença falciforme.

O fluxo de atendimento foi determinado por uma portaria, em 2016, mas de acordo com Zenó não está sendo efetivamente aplicada, principalmente na urgência e emergência. Apesar de o atendimento de referência ser prestado pelo Hemominas, Zenó explicou que a doença causa intercorrências constantes, o que faz com que os pacientes necessitem, não raramente, dos pronto atendimentos.

“E os profissionais não estão preparados para atender esses pacientes. Não é por maldade, mas é desconhecimento dos protocolos já instituídos”, disse, lembrando que já houve um óbito de uma paciente portadora da doença falciforme na UPA Sede. “Me coloco à disposição para a capacitação dos profissionais de Saúde, assim como nossos cursos à distância e o próprio Hemominas”, finalizou.

Os vereadores Zé Antônio do Hospital Santa Helena (PT), que frequentemente traz às plenárias o assunto, assim como Dr. Rubens Campos (DC) e o presidente da Câmara, Daniel Carvalho (PV), se manifestaram e parabenizaram a incessante luta de Zenó pela melhoria das condições de vida e políticas públicas para as pessoas com anemia falciforme.

Vereadores aprovam e complementam projetos de valorização dos servidores municipais

Os vereadores votaram e aprovaram por unanimidade, na reunião ordinária desta terça-feira (18/06), dois projetos de lei complementar (PLC) que beneficiam servidores públicos da administração direta do município. Em ambos os projetos, a Câmara aprovou também emendas de lideranças que modificaram os textos originais e ampliaram benefícios.

O primeiro, o PLC 01/2019, concede o adicional de periculosidade aos agentes de operação e fiscalização da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Contagem (Transcon). Segundo a justificativa anexa ao projeto, trata-se de uma reivindicação antiga da categoria, que está “exposta ao risco do trânsito, prestando auxílio ao público e garantindo a proteção no trânsito e transporte públicos”.

Os agentes que acompanhavam a votação na galeria do plenário comemoraram a votação e, sobretudo, a emenda de liderança assinada por todos os vereadores que estende o adicional de 30% do salário base dessa categoria aos agentes que prestam serviços considerados administrativos, como os que ficam na função de videomonitoramento.

A explicação é que as funções administrativas são rotativas, ou seja, os mesmos agentes responsáveis pelo videomonitoramento usualmente vão para as ruas exercer as atividades externas. Da mesma forma, os servidores que estão no trânsito, por vezes, podem ficar à disposição dos serviços internos.

Fim da luta dos assistentes sociais

O outro projeto de lei complementar comemorado foi o PLC014/19, que altera a Lei Complementar nº105/2011 – Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos Servidores Públicos do Município da Administração Direta.

O projeto aumenta o quantitativo de cargos de assistente social (passa de 70 para 99) e contador (passa de 06 para 15) no quadro de servidores da Prefeitura. Ele também inclui na lei complementar a obrigatoriedade dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS) serem coordenados por um servidor efetivo da administração.

Além disso, o cargo de assistente social passa a se enquadrar no nível XIV, garantindo à categoria uma melhora significativa no salário e na carreira. Seguindo essa alteração, uma emenda parlamentar de liderança, assinada por todos os vereadores, eleva os servidores detentores dos cargos de jornalista e relações públicas da Prefeitura também ao nível XIV, haja vista que esses seriam os únicos cargos de nível superior da administração que ficariam no nível XII do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos.

Por fim, outra alteração é a retirada, no texto original da lei complementar, de todas as menções ao Centro Industrial de Contagem (CINCO) e à Fundação Municipal de Parques e Áreas Verdes de Contagem (Conparq), autarquias extintas na reforma administrativa do Executivo de 2017.

Atuação da Comissão Permanente de Direitos Humanos e Assistência Social

O PLC 014/2019 foi elaborado depois que o projeto inicial – PLC 011/19 foi retirado de pauta em caráter definitivo e devolvido ao autor, uma vez que ele não contemplava as reivindicações da categoria e apenas aumentava o número de cargos, sem alterar, no entanto, o nível da remuneração.

Depois de reuniões e debates e da atuação ativa da Comissão Permanente de Direitos Humanos e Assistência Social da Câmara, enfim o Executivo enviou para apreciação do Legislativo o projeto com as alterações reivindicadas pelos assistentes sociais.

O presidente da Comissão, vereador Pastor Itamar (PRB), comemorou a votação desta terça-feira. “Hoje a Câmara Municipal se alegra em concluir seu trabalho de acompanhamento dessa causa. (…) a Comissão, o presidente da Casa e o líder de governo se empenharam para atender aos anseios da categoria, que luta por isso desde 2013”, finalizou.

Questões da Saúde ganham destaque essa semana na Câmara

A Comissão Externa de Saúde da Câmara Municipal de Contagem deve fazer, ao longo do mês de abril, visitas a cinco Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) da cidade, com o objetivo de fiscalizar a atuação do Instituto de Gestão e Humanização (IGH-MG), Organização Social de Saúde (OSS) que, desde janeiro, administra em parceria com a Prefeitura o complexo hospitalar e as UPAs do município.

O anúncio foi feito pelo presidente da comissão, vereador Dr. Wellington Ortopedista (PDT), na 8ª reunião ordinária da Câmara, realizada nessa terça-feira (02/04). Segundo o parlamentar, o objetivo das visitas é verificar se a OSS está cumprindo os itens do edital e da ata da reunião realizada em janeiro, em que estiveram presentes a Comissão de Saúde da Câmara, o Secretário e servidores da Saúde, representantes do IGH.

“Lembrando que a empresa deve se adaptar à nossa realidade e fazer o atendimento seguindo as particularidades de cada região da cidade, e não o contrário”, explicou. “Vamos in loco conversar com usuários e funcionários”.

Apuração de denúncias

Outro objetivo dessas visitas é a apuração de uma denúncia recebida e exposta por Dr. Wellington, sobre o que ele chamou de “fluxo paralelo na prestação de serviço do SAD Ortopédico”.

O Serviço de Atendimento Domiciliar Ortopédico (SAD Ortopédico) é um programa de desospitalização de pacientes da Rede Municipal de Saúde que aguardam por cirurgias ortopédicas. Em vez de aguardarem no hospital ou nas UPAS, o paciente, desde que tenha condições atestadas por um médico, pode esperar em sua própria residência até o dia da cirurgia, e sua estadia em casa é periodicamente acompanhada por uma equipe multiprofissional. “Trata-se de um programa premiado, que serve de referência para várias cidades de Minas e do Brasil”, explicou o vereador, que em 2012 foi o responsável pela elaboração do projeto.

“No entanto, ficamos sabendo que está acontecendo uma maquiagem nos processos do SAD Ortopédico”, apontou o vereador. Ele explicou que, originalmente, para que o paciente seja liberado para aguardar a cirurgia em casa, ele precisa de uma AIH (Autorização de Internação Hospitalar) assinada por um médico e cadastrada no sistema do SAD.

O que estaria sendo praticado atualmente, segundo o vereador, é que essa AIH é feita, mas não é cadastrada no dia, somente na véspera da cirurgia do paciente. “Assim, a pessoa é liberada para casa, mas o SAD não faz a visita domiciliar. Um dia antes da cirurgia, eles cadastram a AIH e fica parecendo que o paciente aguardou pela cirurgia só um dia, dispensando o serviço do SAD. “Isso é ilegal”, reforçou, dizendo também que não foi apurado ainda se o IGH está ciente dessa situação. Para Zé Antônio do Hospital Santa Helena (PT), por isso as visitas serão de extrema importância.

O vereador Alexandre Xexéu (PTB), que também se manifestou sobre o assunto, assim como Rubens Campos, pediu que toda a Comissão de Saúde esteja mobilizada nessa tarefa.

Reajuste dos Agentes de Saúde e corte de ponto

Os assuntos relativos à Saúde ganharam destaque na 8ª reunião ordinária também depois que o vereador Daniel do Irineu (PP) iniciou uma discussão sobre o corte de ponto praticado pela Secretaria Municipal de Saúde no contracheque dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e dos Agentes de Combate a Endemias (ACE).

Segundo o parlamentar, os cortes foram relativos aos dois dias em que esses servidores estiveram na Câmara e na Prefeitura, em fevereiro, reivindicando melhores condições de trabalho e reajuste salarial para os anos de 2019, 2020 e 2021, cumprindo a legislação federal que determinou o piso salarial dessa categoria – Lei 13.708/2018.

“Chegou até a mim, inclusive, um contracheque de um servidor, provando que este corte de ponto foi feito”, disse Daniel, mostrando, em telão, uma foto do documento. ACSs presentes nas galerias da casa também confirmaram a informação. Para Alex Chiodi (SD), é necessário que a Câmara acompanhe essa questão. “O secretário [de Saúde] foi categórico ao afirmar que não haveria corte de ponto. Se houve, quero crer que isso será revisto”, disse.

Os vereadores Rubens Campos (DC) e Dr. Wellington Ortopedista também se manifestaram contra a atitude do Executivo. Durante as discussões sobre o tema, o Líder de Governo na Câmara, vereador Teteco (MDB), chegou a negar o corte, mas garantiu que o assunto seria mais uma das pautas a serem discutidas em um encontro com o secretário de Saúde, na tarde do mesmo dia.

A mobilização e as reivindicações dos ACS e ACE renderam reuniões na Câmara, com a Comissão Externa de Saúde da Casa, e também com o Executivo. Dessas reuniões, ficaram firmados os reajustes para a categoria para os três anos.

No entanto, o Projeto de Lei Complementar 010/2019, votado em primeiro turno pelos vereadores na última terça-feira, trazia o reajuste somente do ano de 2019, e este foi mais um tema de debate, em plenário. “Não reflete o que foi acordado lá na Prefeitura”, apontou Rubens Campos.

Por esse motivo, a Comissão de Saúde da Câmara deve articular para a próxima semana, quando o projeto será votado em segundo turno e redação final, uma emenda de liderança, provavelmente assinada por todos os vereadores, incluindo os reajustes de 2020 e 2021, conforme negociação do Executivo com a categoria.

Teteco disse que em uma conversa com o Governo, essa semana, seria definido o melhor caminho para atender essa solicitação – ou uma emenda de liderança ou um próprio projeto substitutivo a esse PLC vindo do Executivo.

Câmara homenageia mulheres na próxima quarta-feira (13/03)

O Legislativo municipal se prepara para mais uma solenidade de Mérito da Mulher Contagense, ocasião em que a Câmara homenageia mulheres que deixaram seus nomes marcados na história do município, e por ocasião do Dia Internacional da Mulher.

 

Data: 13 de março de 2019 (quarta-feira)
Horário: 19h30
Local: Plenário Vereador José Custódio (Câmara)
Praça São Gonçalo, nº 18 – Centro / Contagem – MG

 

Agraciadas:

– Cabo Tatiane Mara Moura Santos – Indicada pelo vereador Alessandro Henrique

–  Josefina Afonso de Souza Rocha – Indicada vereador Alex Chiodi

– Sirlene Pereira dos Reis – Indicada pelo vereador Arnaldo de Oliveira

– Renata de Carvalho Schettino – Indicada pelos vereadores Arnaldo de Oliveira e Rogério Marreco

– Ariadne Cristina Coelho – Indicada pelo vereador Bruno Barreiro

– Sandra Aparecida Trad – Indicada pelo vereador Capitão Fontes

– Anamaria Malta Lima – Indicada pelo vereador Daniel Carvalho

– Rosália Magalhães Marquês – Indicada pelo vereador Daniel do Irineu

– Júnia Mendes Barbosa – Indicada pelo vereador Edgar Guedes

– Irmã Maria Helena Rodrigues – Indicada pelo vereador Teteco

–  Vânia Conceição Ferreira – Indicada pela vereadora Glória da Aposentadoria

– Dulce Consuêlo Santa Rosa Bravo – Indicada pelo vereador Pastor Itamar

– Dagmar Otoni Silva – Indicada pelo vereador Jair Tropical

– Glaucia Cardoso Paixão Mateus – Indicada pelo vereador Caxicó

– Márcia Antônia Ferreira – Indicada pelo vereador José Carlos Gomes

– Valeria Dutra Batista Catalan – Indicada pelo vereador Dr. Rubens Campos

–  Junia Fernandes de Oliveira Carrieri – Indicada pela vereadora Silvinha Dudu

– Sibele de Fátima Neiva Miranda – Indicada pelo vereador Vinicius Faria

– Neuza Maria Gomes Dutra – Indicada pelo vereador Dr. Wellington Ortopedista

– Débora Dayane Batista – Indicada pelo vereador Xexéu

– Terezinha Gomes de Faria – Indicada pelo vereador Zé Antônio do Hospital Santa Helena

Contagem ganha novo equipamento de saúde

Comemorando novos avanços para a saúde de Contagem, na manhã desta segunda-feira (5 de novembro), o Centro Especializado em Reabilitação de Contagem Antônio de Oliveira – CER IV foi inaugurado.

A solenidade contou com a presença do Legislativo Municipal representado pelos vereadores, presidente da Câmara Daniel Carvalho, Arnaldo de Oliveira, Alex Chiodi, Bruno Barreiro, Capitão Fontes, Caxicó, DrWellington Ortopedista, Edgar Guedes, Glória da Aposentadoria, Rogério Marreco, Teteco e Zé Antônio. Além deles, o prefeito de Contagem, Alex de Freitas, seu vice, William Barreiro e o secretário municipal de Saúde, Cleber de Faria também estiveram presentes.

Considerado o mais completo de Minas Gerais, o CER IV possui equipamentos modernos para tratamento em reabilitação física, visual, auditiva e intelectual. A unidade também possui uma oficina ortopédica preparada para confeccionar próteses e órteses dos pacientes.

Localizado no bairro Europa, a expectativa é de que o CER IV atenda cerca de 700 pacientes por mês, contando com equipamentos modernos e profissionais altamente qualificados.

Em clima de emoção, o vereador Arnaldo de Oliveira (PTB) exaltou mais uma obra concluída para os contagenses. “Quero parabenizar todos os envolvidos nessa grande conquista para a população”. Na oportunidade, ele ainda ressaltou que o novo equipamento irá trazer qualidade no atendimento e na assistência para os usuários.

Homenagem

O CER IV foi batizado com o nome de Antônio de Oliveira como forma de homenagear o pai do vereador Arnaldo de Oliveira que atua fortemente na luta pela inclusão social e pelos direitos dos portadores de necessidades especiais.

*Por Natália Rosa

Eleições trazem mudanças na Câmara Municipal de Contagem em 2019

O pleito do último domingo, que colocou em votação os cargos de presidente, senadores, governador, deputado federal e deputado estadual, vai alterar a composição da Câmara de Contagem no próximo ano. O vereador e 2º secretário da Casa, vereador Léo Motta, foi eleito deputado federal pelo PSL – Partido Social Liberal com 51.073 votos.

O Suplente de Léo Motta é Dr. Rubens Campos, que deve assumir o cargo de vereador a partir do ano que vem.

Léo Motta, que está em seu segundo mandato na Câmara de Contagem, continua como vereador até o fim deste ano, e toma posse na Câmara Federal para a 56ª Legislatura (2019-2022) no dia 1º de fevereiro do ano que vem.

Quem vai ocupar a vaga deixada por Léo Motta no Legislativo municipal é seu suplente, Dr. Rubens Campos (PSDC), que já foi vereador de Contagem em duas legislaturas – 10ª (1983 a 1988) e 11ª (1989 a 1992).

Essa foi a primeira vez que Léo disputou uma eleição para deputado, e vem construindo sua candidatura desde o começo desse ano, quando se anunciou pré-candidato a deputado federal durante a 3ª Reunião Ordinária de 2018 da Câmara.

Para Léo Motta, que se manifestou no Grande Expediente da Reunião Ordinária da última terça-feira (09/10), os eleitores estão cada dia mais convictos e conscientes, e isso refletiu na renovação de mais da metade da Câmara Federal.

No próximo ano, dos 513 parlamentares que compõem a Câmara dos Deputados Federais, 243 nunca ocuparam o cargo de deputado federal, ou seja, 47,37% deles. A renovação de mais de 50% se dá pelo fato de que outros 19 eleitos já foram deputados federais em outras legislaturas, mas atualmente não têm mandato na Câmara.

Vários vereadores usaram a palavra para fazer análises sobre o processo eleitoral e para parabenizar os vereadores Leo Motta e José Carlos Gomes (Avante), que apesar de não eleito, também se candidatou a deputado federal.

“Sou extremamente grato e trabalharei muito em favor da cidade. Moro aqui, sou nascido criado em Contagem, não vou me mudar daqui e vou discutir todos os dias as nossas demandas. Os contagenses acreditaram em mim e eu recompensarei com ações contundentes, ações para melhorar a vida do cidadão mineiro e de Contagem”, finalizou Léo.

Legislativo recebe secretário municipal de Cultura, que chega trazendo boas novas

Os vereadores receberam, no final da manhã desta terça-feira (02/10), na sala da Presidência da Casa, a visita do secretário municipal de Cultura, Esporte e Juventude, Adriano Henrique de Faria, acompanhado do diretor de Política Cultural, João Flores Alkimim, a gerente de Patrimônio, Layla Gomes Dias Grandesoli, e o assistente de Relações Institucionais, Wellington Mucuri, para um encontro de trabalho.

Eles vieram apresentar ao presidente do Legislativo e aos demais vereadores presentes – Alex Chiodi (SD), Glória da Aposentadoria (PRB), Daniel do Irineu (PP), Capitão Fontes (MDB), Jair Tropical (PCdoB), Caxicó (PPS) e Silvinha Dudu (PCdoB) – a realidade da pasta, especialmente a condição dos imóveis tombados pelo patrimônio público municipal.

“Desde já quero agradecer a presença dos senhores, na expectativa de que nos tragam informações importantes no tocante ao que vem sendo feito pela pasta em favor da cultura de Contagem, especialmente em relação ao patrimônio cultural”, declarou Daniel Carvalho ao abrir os trabalhos e cumprimentar cada convidado.

Depois de uma ligeira explanação sobre o sistema e a política cultural do município, que incluiu a situação dos recursos hoje destinados à Cultura, o secretário Adriano de Faria se deteve um pouco mais na situação dos espaços públicos que estão fechados, alguns há mais de 10 anos, como é o caso do Cine Teatro Municipal e a Casa de Cacos.

O secretário e equipe deixaram clara a necessidade de uma interlocução maior com o setor privado para financiar as ações de cultura na cidade e admitiram a preocupação com o patrimônio cultural de Contagem, começando pelo Cine Teatro Cultural, o mais preocupante deles, interditado desde 2012. “Há um projeto de restauro já feito, estimado, à época, em R$5,5 milhões e que está em fase de captação de recursos”, destacou.

Em relação à Casa de Cacos, Adriano de Faria afirmou que o processo avançou um pouco mais, uma vez que o convênio no valor de R$351 mil já foi assinado com o Ministério do Turismo e o empenho deverá ser assinado ainda este ano, com o início das obras previsto para o ano que vem.

“Quanto à Estação do Bernardo Monteiro, há um diálogo com a empresa responsável pela malha ferroviária para a recuperação da mesma”, completou Faria, destacando ainda a realidade do Espaço popular (deixará de ser subutilizado em 2019), da Casa da Cultura Nair Mendes Moreira (recursos já reservados para o inicia da reforma, restauro e volta do acervo) e da Capela do Bela Vista (cuja tratativa está sendo feita com a Arquidiocese de Belo Horizonte).

Convite

Adriano de Faria encerrou sua participação apresentando ao presidente Daniel Carvalho e aos demais vereadores um pedido e um convite. Ele convidou os parlamentares para participarem da entrega da Comenda Antônio Maria da Silva, Mestre dos Arturos, a personalidades que se destacam na defesa do patrimônio histórico cultural da cidade. O evento será realizado no dia 24 de outubro, quarta-feira, no plenário Vereador José Custódio, da Câmara Municipal.

Quanto ao pedido, é para que se agende um novo encontro em breve, para que ele possa voltar ao Legislativo e se encontrar com os vereadores para tratar de assuntos relacionados à questão do esporte no município. Daniel Carvalho assegurou que a agenda será marcada o mais brevemente possível, bem como confirmou presença no evento do dia 24 de outubro.

*Por Fleury Rosa

Legislativo participa da inauguração da nova sede do fórum de Contagem

Situado na Avenida Maria da Glória Rocha, 425, no Bairro Beatriz, na Região da Sede, o prédio de oito pavimentos que unifica os serviços do Judiciário na comarca foi entregue à população contagense na manhã desta quarta-feira (06/06).

Ao lado da magistratura mineira e contagense, o Legislativo Municipal esteve representado pelos vereadores Daniel Carvalho (PV), presidente da Câmara, Rogério Marreco (PCdoB) e Arnaldo de Oliveira (PTB). Além disso, estiveram presentes o vice-prefeito William Barreiro, secretários e outras autoridades municipais, todos destacando o novo fórum como instrumento de modernidade e agilidade para a aplicação da justiça, em favor do povo contagense.

O novo fórum Doutor Pedro Aleixo, na Comarca de Contagem, ganha novas dependências, mais modernas e equipadas. São quase 22 mil m² de área construída, em lote de 40 mil m² doado ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), em 2013.

Com capacidade para abrigar até 49 varas judiciais, Juizado Especial, Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) e dois salões do júri, o edifício teve custo aproximado de mais de R$ 45,5 milhões. Os recursos são exclusivamente do Poder Judiciário.

O fórum integra o Plano de Aceleração de Obras do TJMG, que delineou reformas, ampliações e inaugurações em todo o estado, para melhorar as dependências das unidades do Poder Judiciário por meio do emprego de arquitetura padrão e da priorização de projetos para terrenos já disponíveis, com planejamento escalonado até 2024.

Mérito da Mulher Contagense

A Câmara Municipal de Contagem entregou, no último dia 07, o Diploma de Mérito da Mulher Contagense a 21 figuras femininas que têm se dedicado ao Município ao longo de suas vidas e que vêm contribuindo para o engrandecimento da cidade em diversos segmentos. Confira as fotos da solenidade.

« Mais antigas