Escola do Legislativo leva programa Jovem Aprendiz para escola de Contagem

Em função do Dia do Trabalhador, comemorado em 1o de maio, a Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Contagem, em parceria com o Centro de Formação de Aprendizes e Trabalhadores (Cefort), visitou a Escola Estadual Dom Bosco, no bairro Jardim Industrial, para apresentar o programa Jovem Aprendiz.

Nesta quarta-feira (8/5), cerca de 100 alunos do ensino médio conheceram melhor sobre o Legislativo e sobre o processo de iniciação no mercado de trabalho.

De acordo com o presidente da Casa, vereador Daniel Carvalho, a iniciativa visa apresentar as atividades parlamentares realizadas dentro da Câmara de Contagem e ainda abordar temas relevantes aos alunos.  “Nosso foco é levar às escolas assuntos pertinentes à idade escolar e reforçar as atividades executadas por nós, vereadores, na expectativa de que eles conheçam o poder Legislativo e suas atribuições”, disse.

Durante o encontro, a coordenadora psicopedagógica do Cefort, Lilian Barros, falou sobre a necessidade dos estudantes ingressarem no mercado de trabalho por meio do programa Jovem Aprendiz. Na oportunidade, ela explicou também como funciona o processo de contratação. “O primeiro passo para se candidatar é a inscrição. O currículo fica disponível no banco de dados do Cefort e as empresas solicitam de acordo com o perfil pretendido. Na sequência, o candidato passa por entrevistas e, ao ser contratado, está apto a participar de cursos profissionalizantes adequados com o ambiente de trabalho”.

Considerado como prioridade, os estudos seguem em primeiro lugar. “Para participar do processo, os alunos precisam apresentar o boletim com notas positivas e não podem reprovar. Entendemos a necessidade de ingressar no mercado de trabalho, mas não podemos deixar, em hipótese alguma, os estudos em segundo plano. Por isso, cobramos os resultados”, ressaltou Lilian.

Por fim, uma dinâmica foi realizada entre os alunos. O objetivo é mostrar um pouco do método de entrevistas para que os estudantes se sintam à vontade e familiarizados para participar futuramente da seleção. Para facilitar o processo, as inscrições para concorrer às vagas ofertadas pelo Cefort foram feitas no próprio colégio.

Motivação

Selecionado pelo Cefort, o jovem aprendiz Lucas Alves participou da palestra e falou sobre os benefícios do programa. “Deixei meu currículo e, logo, meu perfil atendeu determinada empresa. Fui chamado e, agora, já estou no fim do contrato de 16 meses, com grande expectativa de ser contratado”, contou.

“O ponto chave é ser pró-ativo e ter iniciativa. Participar do programa é muito importante, pois temos a oportunidade de conhecer diversas áreas de trabalho, adquirir experiência e ter uma renda, com carteira assinada. Tudo isso, sem abrir mão dos estudos”, concluiu Lucas.

* Por Natália Rosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *