ACESSO RÁPIDO
acessibilidade

Comissão parlamentar especial vai acompanhar ações de redução de impacto das chuvas

12 de janeiro, por lorena.carazza

Aconteceu, no fim da tarde de ontem (11/01), a primeira reunião da Comissão que vai acompanhar as ações do Comitê Gestor de Área de Risco – CGAR, cujo objetivo é minimizar os efeitos das chuvas, conforme Decreto 001/2021.

A Comissão foi solicitada pelo vereador Carlin Moura (PDT) durante a cerimônia de posse da 19ª Legislatura, ocorrida no dia primeiro de janeiro, em virtude das fortes chuvas que geralmente causam danos nesse período do ano. 

O presidente da Câmara, Alex Chiodi (Solidariedade), atendeu imediatamente a solicitação e já no primeiro dia útil deste mês publicou a Portaria 001/2021, constituindo a Comissão: Moara Saboia (PT), Carlin Moura (PDT), Léo da Academia (PL), Ronaldo Babão (Cidadania) e Silvinha Dudu (PV). 

Para a primeira reunião, além dos parlamentares, foi solicitada a presença da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. A Major Stella Vieira, representante do Comando do 2º BBM, lembrou que já existe o Plano de Contingência do Município, em que há o mapeamento das áreas de risco.

“Temos trabalhado ao longo dos anos respondendo aos problemas, o que não é ideal. Temos as ferramentas para minimizá-los atuando preventivamente, e essa Comissão é essencial para nos auxiliar nisso”, pontuou a Major.

O comandante da 2ª Região da PMMG, Tenente Coronel Mattos, reforçou a necessidade de uma ação conjunta entre os diversos órgãos – defesa civil, polícia militar, corpo de bombeiros, entre outros. O vereador Ronaldo Babão lembrou, ainda, a importância em se acionar a Secretaria de Meio Ambiente.

“A poda e corte de árvores, em tempo oportuno, podem prevenir quedas e acidentes. Carros, residências e até escolas são atingidos e danificados pelas quedas de galhos e árvores durante os temporais, gerando não só prejuízo material, mas colocando muitas vidas em risco”, considerou o parlamentar. 

Moara Saboia solicitou também a inclusão da Transcon no debate. “Temos vários pontos de alagamentos já evidenciados, como a Trincheira do Itaú. É fundamental que a Transcon se antecipe para minimizar os problemas de tráfego nessas áreas”, defendeu.

O vereador Léo da Academia cobrou agilidade, uma vez que as chuvas fortes já atingem a cidade. “Foram muitas tragédias nos últimos anos, agora temos que correr contra o tempo e trabalhar para que a partir de 2022 tenhamos de fato um plano de ação”, reiterou. 

O presidente Alex Chiodi, informou que o objetivo dessa primeira reunião era já obter respostas, mas a Defesa Civil havia informado, pouco antes do início, a impossibilidade de participar. Chiodi leu a justificativa da ausência e um convite para uma nova reunião na Prefeitura na próxima quarta-feira. 

Diante do convite, o vereador Carlin Moura solicitou que, para esse próximo encontro, já fosse encaminhado um ofício com questionamentos da Casa à Prefeitura. “A ideia é que ao invés de levantarmos questões na quarta, já nos antecipemos para que tenhamos algumas respostas e possamos entender, de fato, o que está acontecendo e propor medidas mais rapidamente”, salientou o vereador.

Com a concordância de todos os participantes, o ofício foi encaminhado hoje (12/01) à Prefeitura e uma nova reunião está prevista para amanhã, quarta-feira. 

 

Veja mais notícias

Funec Inconfidentes recebe Aulão Solidário para o Enem

Mesmo com uma boa noção da gramática e da estrutura do texto argumentativo-dissertativo, a aluna Ana Julia da Silva Jorge ficou atenta durante todo...

25 de outubro, por lorena.carazza

Câmara de Contagem recebe Fórum Mineiro de Encerramento de Mandato ...

2020 é o último ano dos mandatos municipais – Executivo e Legislativo – e, por isso, é um ano carregado de particularidades quando o assunto é admi...

18 de junho, por lorena.carazza
Todos os direitos reservados a Câmara Municipal de Contagem