ACESSO RÁPIDO
acessibilidade

Reunião debate combate à pandemia e retomada das atividades em Contagem

19 de junho, por Leandro Perché

Um debate realizado por videoconferência na manhã desta sexta-feira (19/06) entre os vereadores de Contagem e o Comitê Intersetorial de Crise da Covid-19 da Prefeitura levantou dados sobre o combate à Covid-19 no município e as ações para a retomada das atividades econômicas.

Promovida pela Comissão Especial de Acompanhamento de Ações de Combate à Covid-19 da Câmara Municipal, a reunião cobrou do poder Executivo informações mais detalhadas sobre o enfrentamento à pandemia e um plano para a reabertura de diversos segmentos do setor produtivo.

Como encaminhamentos, ficou acordada a inclusão do vereador Vinícius Faria (PRB) como representante do Legislativo no Comitê de Crise, e a realização de reuniões periódicas para avaliar casos específicos de setores com mais dificuldades. Na próxima quarta-feira (24/06), por exemplo, serão discutidas as medidas e a viabilidade da reabertura das academias, dos bares e restaurantes, além das alternativas para atender os transportadores escolares.

De acordo com o presidente da Comissão Parlamentar, Alex Chiodi (SD), esse grupo de vereadores será interlocutor das demandas dos segmentos e setores da economia e encaminhará para a Prefeitura com antecedência, para que sejam realizados estudos sanitários, e se busque, nas reuniões, soluções conjuntas para a reabertura gradativa de empreendimentos específicos.

“Temos sido procurados por vários empresários e trabalhadores, pedindo uma solução para as dificuldades econômicas que temos vivido em função da pandemia. A Câmara é muito cobrada nesse sentido e precisa dar uma resposta para o cidadão. Mas, para isso, precisamos de um diálogo mais contínuo com a Prefeitura, para divulgar as informações sobre as medidas tomadas pelo Executivo e seus resultados, e para os vereadores apresentarem as demandas, anseios e dúvidas da população, e avançarmos nesse sentido”, explicou Chiodi.

Enfrentamento à Covid-19

O secretário Municipal de Saúde, Cléber Faria, fez um balanço das ações, números e resultados no enfrentamento à pandemia. Ele apresentou dados gerais: casos notificados como suspeitos chegaram a 13.088, com testagem positiva são 625, quatro óbitos em investigação e 30 confirmados. Sobre os pacientes em tele-monitoramento: o total seria 2065, sendo 1522 que já receberam alta e 543 ainda assistidos.

Em relação à quantidade de leitos disponíveis na rede, o gestor destacou que são 41 de terapia intensiva, com ocupação de 50%, e 36 de clínica médica, com ocupação de 70 a 80%. Ele destacou ainda que, à medida que forem ocupados, há uma retaguarda no Hospital Santa Helena, e ainda a possibilidade de utilizarem alguns leitos em parceria com o Hospital Santa Rita – com o plano de contingência, poderia chegar a 104 de UTI e 107 de enfermaria.

Cléber fez também um apanhado sobre as medidas da Prefeitura, desde o dia 04 de março, quando teria iniciado a capacitação das equipes para o enfrentamento do novo coronavírus. No dia 19, foi separada uma ala do Hospital Municipal para o atendimento dos casos, e criado o call center, com início do tele-atendimento. No dia 21, a UPA Sede passou a receber somente pacientes de Covid-19. E, no final do mês, começaram a aparecer os primeiros casos, e foi separada uma ala de UTI específica para esses casos.

No início de abril, iniciaram-se atendimentos psicológicos aos profissionais de saúde, foi criado um posto de saúde exclusivo para esses trabalhadores e começou a oferta de hospedagem para os da linha de frente. Neste mesmo mês, também foi instalada tenda de triagem para casos suspeitos na UPA JK e iniciados os trâmites para a utilização do Hospital Santa Helena.

Em 06 de maio, houve a instalação de tenda de triagem de casos suspeitos na UPA Ressaca. E, em 09 de junho, teve início os testes rápidos dos profissionais de saúde. Ele lembrou ainda da formação do Comitê e dos decretos com as medidas restritivas, que trataram-se de ações integradas.

Após a apresentação da Saúde, os secretários de Defesa Social, Décio Camargos, e de Comunicação, José Luiz, apresentaram as ações das respectivas pastas no combate ao coronavírus. O destaque ficou por conta da atuação da Guarda Civil (com mais de 8 mil ações preventivas, quase 4 mil estabelecimentos fechados, mais de 2 mil aglomerações abordadas, 163 multas e 16 prisões), além dos fiscais de postura e da Transcon.

Reabertura

Após muitos questionamentos dos vereadores, o procurador do município, Marius Carvalho, expôs como a Prefeitura tem realizado a flexibilização do distanciamento social, com a reabertura do comércio. Segundo o advogado, a retomada tem sido realizada com base nas diretrizes das autoridades de saúde, em questões jurídicas e em estudos sanitários do Município.

Ele destacou que há uma falta de alinhamento sobre as atividades essenciais entre os entes da federação, e que o Município não segue diretrizes estaduais, mas determinações locais. Por isso, aguarda definição jurídica sobre a reabertura dos shoppings e de centros comerciais, que seria de interesse do Município, mas já conseguiu a manutenção do decreto da abertura das igrejas, salões de beleza, Ceasa, Mercado Central e outros. No momento, o Município estaria realizando a análise sanitária para a reabertura de bares e restaurantes.

Sobre as academias e escolas, o procurador destacou que são “atividades de altíssimo impacto” e que ainda não haveria previsão de retorno. E em relação aos transportadores escolares, cujas demandas foram levantadas pelo presidente da Câmara, vereador Daniel Carvalho (PL), Marius destacou que já foi distribuída cesta básica, mas que pode haver um estudo para retorno do benefício e para que eles façam o transporte suplementar de passageiros. No entanto, assunto será aprofundado na próxima reunião do grupo.

Por fim, os vereadores se comprometeram a enviar ao Comitê de Crise sugestões, demandas específicas, propostas, protocolos e leis de outras localidades que podem ser utilizadas na retomada das atividades econômicas do município. “O objetivo da nossa Comissão é justamente tornar mais fácil o acesso dos segmentos que estão parados a uma solução junto ao poder público”, concluiu Chiodi.

Veja mais notícias

Funec Inconfidentes recebe Aulão Solidário para o Enem

Mesmo com uma boa noção da gramática e da estrutura do texto argumentativo-dissertativo, a aluna Ana Julia da Silva Jorge ficou atenta durante todo...

25 de outubro, por lorena.carazza

Câmara de Contagem recebe Fórum Mineiro de Encerramento de Mandato ...

2020 é o último ano dos mandatos municipais – Executivo e Legislativo – e, por isso, é um ano carregado de particularidades quando o assunto é admi...

18 de junho, por lorena.carazza

Câmara recebe Fórum Mineiro Encerramento de Mandato e Fechamento de...

A Câmara Municipal de Contagem realiza, em parceria com a Brasil Master, na próxima segunda-feira (17/06), das 08h às 17h, o Fórum Mineiro Encerram...

13 de junho, por Leandro Perché
Todos os direitos reservados a Câmara Municipal de Contagem