ACESSO RÁPIDO
acessibilidade

Educação e pandemia são pautas da Tribuna Livre da Câmara

1 de junho, por lorena.carazza

O Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais (Sinep) voltou a fazer uso da Tribuna Livre da Câmara Municipal de Contagem. Nesta terça-feira (01/06), a presidente da entidade, Zuleica Reis Ávila, pediu mais uma vez aos vereadores apoio para a retomada gradual das aulas presenciais, sobretudo das escolas particulares.

Zuleica fez um resumo do que ela chamou de “Via Sacra” do Sindicato desde o ano passado, a qual inclui reuniões com prefeitos, vereadores, Ministério Público, secretários de Saúde e Educação, Procon e Conselhos Tutelares de vários municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

“Em Contagem, nossa saga começou em 24 de junho do ano passado, quando apresentamos os protocolos seguros a serem seguidos nas escolas e oferecemos ajuda para um retorno das aulas, já que muitos países e outros estados já tinham essa discussão mais avançada”, disse. 

Desde então, segundo Zuleica, o Sindicato voltou várias vezes a se reunir com órgãos e entidades, além das visitas à Câmara de Contagem e audiências com a nova gestão municipal, sempre com o intuito de oferecer suporte tanto para a volta às aulas presenciais, quanto para o monitoramento dos números de contaminação dentro das escolas, como foi oferecido também a Belo Horizonte, cujas aulas do ensino infantil voltaram no final de abril deste ano. 

De acordo com Zuleica, as escolas têm um papel fundamental não só na socialização e no aprimoramento cognitivo das crianças e jovens, mas também pode ser grande aliada na prevenção da Covid-19, sendo eles propagadores de informações. 

“Os professores podem fazer com que as crianças entendam e absorvam esses protocolos que ainda usaremos por muito tempo. E as crianças têm um papel essencial na conscientização dos pais, dentro de casa”, explicou, destacando que, com as devidas medidas sanitárias adotadas, é possível retornar de forma imediata as aulas presenciais a partir da aplicação da primeira dose de vacina dos professores.

Em Contagem, os professores da educação infantil que atuam na cidade começaram a ser vacinados ontem (31/05). A líder do governo na Câmara, vereadora Moara Saboia (PT), disse que a prefeita Marília Campos está comprometida com a imunização deste grupo, e a chegada de mais 11 mil doses de vacina será importante neste quadro.    

Por fim, Zuleica reforçou que o Sindicato não quer brigas ou embates, mas sim salvar as escolas particulares que, em sua maioria, segundo ela, já estão preparadas para o retorno. Zuleica disse compreender também que as escolas públicas apresentam mais dificuldade para colocar em prática os protocolos sanitários propostos, mas que a questão precisa avançar. 

O presidente da Casa, vereador Alex Chiodi (Solidariedade), aproveitou a discussão para relatar seu último encontro com a prefeita, no qual também estava presente a vereadora Moara, na última semana. Na ocasião, Chiodi pediu que o Executivo determine uma data para o retorno das aulas, mesmo que esta seja alterada por razões diversas, como a eventual piora dos números da pandemia. 

Ações da Comissão de Educação

O vereador Pastor Itamar (PSC), presidente da Comissão de Educação da Câmara, informou que nos próximos dias será enviado às unidades educacionais da rede pública de ensino um questionário que pretende dar prévio conhecimento sobre as reais necessidades e principais dificuldades das escolas públicas de Contagem, tanto no que diz respeito à possibilidade da volta às aulas, quanto à atual situação das aulas remotas nestas instituições. 

A partir do recebimento destes questionários respondidos pelos respectivos diretores das escolas municipais, a Comissão fará visitas presenciais a cada uma dessas unidades educacionais, gerando um relatório detalhado e individual. O objetivo é traçar estratégias de apoio juntamente com o Executivo.   

As informações que serão requeridas às escolas municipais de Contagem são: qual o percentual de frequência das aulas online; qual o número professores disponíveis para as aulas presenciais e remotas; qual o suporte foi ofertado aos professores para a realização das aulas remotas; quais são as demandas que a escola tem para retorno das aulas presenciais e híbridas; qual o déficit de professores e/ou servidores para o retorno e quais são eles e, por fim, será questionado se há algum levantamento indicando quantos e quais alunos estão em situação de vulnerabilidade social que demande um acompanhamento especializado.

Comissão de Educação se defende 

Pastor Itamar também rebateu as críticas feitas, em nota, por um grupo denominado “Coletivo de Dirigentes Escolares da Rede Municipal de Contagem” à atuação da Câmara e ligando o Legislativo aos ataques verbais sofridos pelos professores da rede pública nas manfestações a favor da volta às aulas ocorrida no dia 22 de maio. 

Em resposta, a Comissão de Educação da Câmara tornou pública a nota de resposta, na qual alerta que a manifestação de ataque foi isolada, e “dar a eles contorno de maioria ou integralidade é cair, amadora e imaturamente, na mais surrada estratégia de ação política”.

A nota da Comissão também listou algumas ações importantes da Câmara em relação à pandemia, especialmente os diversos requerimentos que solicitam a inclusão dos professores na lista de prioridades da vacinação. 

A nota também destacou a participação decisiva da Comissão de Educação e do Legislativo na aprovação, em regime de urgência, da autorização para Contagem integrar o Consórcio da Frente Nacional de Prefeitos para aquisição de vacinas. Por fim, foi lembrada também a aprovação, em tempo recorde, da nova composição do conselho do FUNDEB, garantindo aporte de novos recursos para a Educação.

O documento também reforça a posição de grande parte dos vereadores e de toda a Comissão de Educação, que acredita que “respeitando a autonomia de decisão da família e a implantação de rigorosos protocolos sanitários, de acordo com a realidade de cada escola, o debate sobre o retorno paulatinamente das aulas presenciais é mais do que legítimo e necessário nesse momento”.

  

Veja mais notícias

Funec Inconfidentes recebe Aulão Solidário para o Enem

Mesmo com uma boa noção da gramática e da estrutura do texto argumentativo-dissertativo, a aluna Ana Julia da Silva Jorge ficou atenta durante todo...

25 de outubro, por lorena.carazza

Câmara de Contagem recebe Fórum Mineiro de Encerramento de Mandato ...

2020 é o último ano dos mandatos municipais – Executivo e Legislativo – e, por isso, é um ano carregado de particularidades quando o assunto é admi...

18 de junho, por lorena.carazza
Todos os direitos reservados a Câmara Municipal de Contagem