Câmara promove palestra sobre dependência química para estudantes de Contagem

Em função do Dia Internacional de Combate às Drogas, celebrado na próxima quarta-feira (26/06), o mês de junho ficou marcado pelo “Enfrentamento e Prevenção ao Uso/Abuso de Álcool e outras Drogas”. Principalmente na semana que antecede a data, o poder público, instituições de ensino e iniciativa privada se engajam em campanhas sobre o tema.

Pensando em contribuir com as ações de conscientização para a prevenção, a Câmara Municipal de Contagem, por meio da Escola  do Legislativo, e a Faculdade UNA realizaram, nesta segunda-feira (24/06), uma palestra sobre o assunto na Escola Estadual Francisco Firmo de Matos. Com o objetivo de trazer uma abordagem diferenciada sobre a dependência química e emocional, o debate reuniu cerca de 400 alunos do Ensino Médio e dos 8º e 9º anos.

A própria entrada da instituição de ensino já dava o tom da preocupação com o enfrentamento ao uso de drogas, contendo cartazes informativos sobre o tema. E, de maneira dinâmica, as formas de prevenção foram tratadas durante a palestra ministrada pela psicóloga e professora Janaína Carla.

De acordo com a especialista, prevenir é extremamente importante para que as pessoas – independentemente da faixa etária – entendam as consequências da dependência química. “As palestras preventivas abordam o autoconhecimento e a percepção de projeto de vida. Ou seja, é mais interessante focar em um projeto de vida do que num aconselhamento. Qualquer forma de abordagem contra dependência é importante, mas o autoconhecimento é primordial na fase da vida em que esses estudantes se encontram”, revelou.

Como enfrentar a dependência química dentro dos contextos familiar e escolar também foi pauta do encontro. “Independente do contexto em que os alunos se encontram, é importante ter planos e sonhos, conhecimento de si mesmo e não terceirizar a responsabilidade da vida para o próximo (pais, escolas, amigos). Para isso, buscamos o empoderamento pessoal desses jovens no intuito de que eles entendam que são os protagonistas de suas próprias vidas. Pois, assim, é possível reduzir o risco de ser induzido à utilização química e também da escolha espontânea pela utilização de álcool e drogas”, destacou.

Dados do Ministério da Saúde apontam que dois terços dos jovens entre 13 e 15 anos de idade já experimentaram algum tipo de droga. Nesse sentido, segundo o presidente da Câmara, vereador Daniel Carvalho, “a conscientização é de extrema importância. Debater essa questão no ambiente escolar é necessário para que os estudantes tenham contato com informações do ponto de vista científico e também dentro do contexto familiar que elas estão inseridas. Daí, a importância de rompermos os muros da Câmara, com a Escola do Legislativo, e cumprir a função social de levar essas informações aos nossos jovens”, conclui.

A próxima palestra promovida pela Escola do Legislativo sobre o tema será na próxima quinta-feira (27/06), das 09h30 às 11h, na Escola Municipal Joaquim Teixeira Camargos.

* Por Natália Rosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *