Campanha da Câmara de prevenção ao suicídio segue percorrendo escolas de Contagem

Após passar pela Escola Municipal do Bairro Tropical na última semana, a Escola do Legislativo segue seu ciclo de palestras do Setembro Amarelo, campanha de prevenção ao suicídio, nas instituições de ensino de Contagem. Nesta quinta-feira (12/09), a equipe da Câmara Municipal de Contagem esteve na Escola Municipal Eli Horta Costa, na região da Sede, com atividades de valorização à vida para mais de 200 estudantes do 7o ao 9o ano.

A mestre em Neurociências Letícia Martins, da Una Contagem, ministrou duas rodadas de palestras abordando temas como os sentimentos e a depressão, fuga e vícios associados. Falou sobre as dificuldades de entender e expressar emoções, os mecanismos físicos e biológicos da depressão, ansiedade e síndrome do pânico, sobre a importância de pedir e oferecer ajuda, e os escapismos, principalmente associando-os aos vícios relacionados ao uso de mídias sociais.

A instituição de ensino já estava preparada para o tema, com a escola toda enfeitada com as cores e com adereços fazendo referência ao Setembro Amarelo. No pátio de entrada, havia um painel grande da campanha e um mural de bilhetinhos dos alunos sobre o tema. Além disso, podia-se ver, pendendo do teto, frases de incentivo, como: “Diga sim à vida”, “Você tem valor”, “Há um recomeço te esperando sempre que for preciso”, “Fale sobre aquilo que lhe dói”, “Essa tempestade também vai passar”, dentre outras.

De acordo com a diretora da escola, Márcia Rocha, o tema já vem sendo trabalhado em sala de aula com os alunos neste mês, como parte do projeto “Semeando o Bem”, no qual os estudantes propõe temas de relevância para serem trabalhados pela escola. “É um mês especial e um assunto que deve ser debatido, até pelo interesse dos alunos e sua necessidade diante de uma realidade que eles tem vivido no seu dia a dia”, explicou.

“Trabalhamos com o pertencimento dos estudantes, com debates, discussões, textos, de forma que o conhecimento chegue melhor até eles. E essa atividade da Câmara foi de extrema importância para esse assunto, que está na ordem do dia, na mídia e na sociedade, que é a preservação da vida. Nesta idade, é uma discussão essencial, para que eles saibam que são importantes, que não estão sozinhos, e a escola tem que estar pronta para ouvi-los”, completou a diretora.

Nesse sentido, segundo o presidente da Câmara, vereador Daniel Carvalho, “a Escola do Legislativo tem cumprido seu papel, propondo e debatendo com os jovens temas e reflexões atuais e de relevância para sua formação política e cidadã”. Neste ano, as palestras englobaram temáticas como a prática de bullying, o uso e abuso de álcool e outras drogas, autismo e inclusão, sexualidade e DSTs, e as consequências do uso do cerol e linha chilena. E, no mês de prevenção ao suicídio, a valorização da vida.

O ciclo de palestras do Setembro Amarelo continua, e a equipe da Escola do Legislativo deve chegar à Escola Municipal Prefeito Luiz da Cunha no dia próximo dia 26, quinta-feira. Mais informações, pelo telefone 3359-8750.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *